Cuidando da sua saúde mental enquanto trabalha durante a pandemia do COVID-19

Vários setores profissionais sofreram grandes transformações devido ao novo coronavírus, mas a dificuldade de se adaptar aos novos modelos de trabalho não precisa ser um fator de risco à saúde mental dos colaboradores.

“Essa é uma tradução interpretativa do artigo: Looking after your mental health while working during the coronavirus outbreak, publicado pela Mental Health Foundations

Nossas vidas profissionais estão mudando há algum tempo, mas o surgimento da COVID-19 nos levou a uma mudança maciça, com mais incertezas e novos desafios para muitos de nós.

Este artigo é sobre a saúde mental e o trabalho durante o surto de COVID-19:

Dicas para trabalho doméstico e remoto:

T.I e tecnologia

Para muitos de nós, os setores de TI e tecnologia serão uma maneira de salvação durante o período em que nossos padrões de trabalho mudaram. No entanto, essa pode ser uma adaptação que depende muito do online, e nem todos somos gênios da tecnologia:

  • Peça ajuda sobre tecnologia para o departamento de TI ou para seus colegas. Sempre que possível, tente usar o equipamento fornecido pela empresa, mas se não houver alternativa, a maioria dos softwares de videoconferência também podem ser usados em celulares ou tablets;
  • Utilize treinamentos online para aprender novas habilidades. A Microsoft e outras empresas que oferecem a modalidade de trabalho remoto possuem ótimos vídeos gratuitos disponíveis para ajudar;
  • Tente usar videochamadas sempre que puder, não há substituto para ver o rosto de outra pessoa. Se possuir problemas com videoconferências, você pode utilizar a chamada de vídeo do WhatsApp para situações mais básicas com colegas próximos. Se você prefere entrar em contato com os colegas pessoalmente no escritório, faça o mesmo com eles virtualmente, seja por vídeo ou por chamada/e-mail;
  • Tente manter seus canais profissionais de comunicação limpos para tópicos de trabalho, mas também crie canais sociais na sua intranet ou ferramenta de mensagens. Tenha um espaço onde as pessoas possam dar uma pausa e se distraírem sem falar do vírus, e um espaço separado onde as pessoas possam encontrar atualizações sobre políticas e procedimentos relacionados a pandemia;
  • Pense no seu estilo de trabalho digital e como ele se encaixa com os outros da sua equipe, você precisa encontrar um ritmo. O envio de um e-mail não significa que todo mundo o leu e algumas pessoas gostam de enviar e-mails fora do horário de expediente, mas não esperam necessariamente que você responda.
Entrando em uma rotina

Trabalhar em casa ou remotamente pode ser muito desafiador e isolado. Às vezes, nossa atenção se desvia, ou sentimos falta do contato com outras pessoas.

Um dia de trabalho bem estruturado pode ser uma boa maneira de resolver isso:

  • Escolha um lugar para trabalhar que seja livre de distrações;
  • Defina uma rotina para trabalhar em casa: é importante levantar e começar, fazer intervalos regulares junto com uma pausa para o almoço, além de terminar o trabalho e o dia em um horário apropriado;
  • Não importa o quão tentador seja, evite trabalhar de pijama o dia todo. O trabalho remoto já é uma grande mudança, portanto, tente não perder todas as suas rotinas diárias profissionais de uma vez;
  • Tente definir tarefas claras para o dia (três atividades principais são um bom dia de trabalho), mas fique de olho nas tarefas em andamento também. Você nem sempre faz tantas demandas de casa, mas agora pode fazer. Uma ótima dica é ter uma lista de priorização: o que você quer alcançar, o que você espera alcançar e o que você alcançou de melhor naquele dia;
  • Tenha uma boa pausa para o almoço: faça algo que goste para comer e coma longe da sua área de trabalho. Tente sair para tomar sol e faça algum tipo de exercício ou alongamento durante o dia (respeitando as recomendações do distanciamento social);
  • Utilize sua agenda para comunicar aos outros quando estiver trabalhando e quando está livre para conversar;
  • Considere manter um diário, incorporando práticas de gratidão: “Por que eu estava agradecido hoje?” e “O que me desafiou hoje?”. Dentro de uma semana, você irá começar a ter uma ideia do que pode melhorar nesse padrão de trabalho. Em breve, você saberá quando faz o seu trabalho mais focado ou precisa de mais informações. Em casa, isso pode ser diferente do escritório e você pode combinar essa ideia com um planejador (uma espécie de calendário ou lista onde você coloca suas atividades, o que não pode esquecer e o que é importante tomar nota) para manter seus pensamentos, tarefas e realizações no mesmo lugar;
  • Quando finalizar seu dia, guarde as coisas de trabalho ou saia da área de trabalho;
  • Se você estuda em casa ou é responsável por crianças enquanto trabalha, converse com o seu líder sobre essas realidades. Tente estabelecer uma rotina na qual você tenha horários distintos para trabalhar e ajudar no horário escolar. Dividir sua atenção pode prejudicar as duas coisas e estar presente para as crianças que necessitam de atenção total  é muito importante nesses momentos de incerteza.
Mantenha o fluxo formal e social do trabalho

É realmente importante que as conexões estruturadas e não estruturadas com o trabalho e os colegas continuem enquanto as pessoas estão trabalhando remotamente ou com flexibilidade:

  • Se você é um gerente, discuta com suas equipes como gostaria de executar supervisão, check-ins e assinaturas remotamente. Informe às pessoas como e quando entrar em contato com você e tente não sair dessa linha até que você tenha uma rotina estabelecida;
  • Tente usar a videochamada para todas as discussões formais, em especial se você estiver verificando o bem-estar de alguém (a comunicação não-verbal é essencial para isso);
  • Acompanhe as conversas ou chamadas por vídeo com uma nota rápida de resumo sobre as ações a serem executadas ou seu posicionamento dos principais pontos para garantir que as coisas estejam claras;
  • Use aplicativos de videochamada para bate-papos informais (Utilize o Skype ou Zoom para atualizações ou cafés virtuais, por exemplo);
  • Se um novo colaborador ingressar na sua equipe durante esse período, tente tirar um tempo do seu fluxo de trabalho e faça uma longa integração de videoconferência com ele e um almoço virtual. Reconheça que ele não está começando em circunstâncias ideais e isso pode estressá-los além do estresse comum de querer demonstrar suas habilidades e se adaptar ao novo emprego;
  • Considere ter amigos para almoçar ou descansar, para encorajá-lo a fazer uma pausa, ou entre em contato com sua equipe no final do dia para atualizar sobre o que você fez ou não nesse dia;
  • Tente manter uma separação entre trabalho e vida pessoal: por exemplo, pense antes de interagir com colegas com os quais você normalmente não se comunica em coisas como o Facebook, e respeite os limites que as pessoas têm entre trabalho e vida doméstica.
Utilize todo o suporte disponível

Este é um momento desafiador para todos nós, e se estamos no trabalho ou não, muitos líderes fornecem apoio.

  • Muitos líderes oferecem programas de assistência e benefícios mais amplos para os colaboradores. Use-os sempre que precisar, muitos possuem aplicativos e sites dedicados a assistência que não são apenas para conselhos;
  • Se você tiver condições de proporcionar melhorias para a saúde ou saúde mental dos seus colaboradores, você tem o dever de fazer os ajustes razoáveis. Nesse caso, isso pode incluir home office, suporte adicional de gerentes ou equipamento;
  • É bem provável que iremos lidar com uma certa quantidade de estresse e ansiedade (a curto e médio prazo) relacionadas à pandemia. Se você tiver técnicas de autocuidado que funcionem para você, tente garantir que você tenha o que precisa para utilizá-las. Pode ser necessário pensar de maneira diferente: por exemplo, fazer exercícios a partir de vídeos de treinos ao invés de assistir às aulas. Você pode considerar encontrar maneiras de ajudar outras pessoas da sua comunidade, a autocompaixão e o apoio aos outros serão muito importantes.

Dicas para diretores e líderes

1. Compartilhe fontes confiáveis de informações

Tente não compartilhar ou incentivar os colaboradores a compartilhar muitas informações sobre o vírus. Apenas artigos de fontes confiáveis devem circular e há muita especulação por aí.

2. Considere quem precisa de informações e quando

Você pode ter um grupo planejando como o local de trabalho será administrado durante a pandemia. Nesse caso, lembre-se de considerar com cuidado quem precisa estar envolvido nesse planejamento e quando (para minimizar o estresse e ansiedade).

3. Converse com os colaboradores

Você pode manter contato regular e possivelmente diário com as pessoas, tanto com os membros da sua equipe, quanto com gerentes e supervisores. 

Tente ser honesto, autêntico e sincero no que diz. Comece reconhecendo a incerteza e o estresse que você está, e esteja preparado para dizer que não sabe e que irá retornar com respostas.

Certifique-se de que, além da comunicação regular com toda a equipe, você também se comunique com os líderes. Eles são o principal contato entre uma organização e seu pessoal e, se você deseja obter políticas e conselhos aplicados de forma consistente, eles podem precisar de mais informações do que as fornecidas a todos os colaboradores.

4. Todo mundo tem saúde mental, considere o impacto que isso tem em todos

Todos nós temos saúde mental e, quaisquer que sejam as circunstâncias da pandemia, ela irá impactar a forma como pensamos, como sentimos sobre nós mesmos e sobre o mundo em que vivemos. Um bom trabalho é ótimo para nossa saúde mental e é importante que preservemos essa oportunidade para aproveitar os benefícios sempre que pudermos.

Algumas pessoas correm maior risco de problemas de saúde mental. Ao planejar sua resposta, considere como ela afeta a equipe com características diferentes (sexo, idade, deficiência, raça, orientação sexual, etc.) ou outros desafios (por exemplo, como pessoas de outras origens podem estar enfrentando comportamentos discriminatórios) e ajuste de acordo. Tente agir de uma maneira que proteja a saúde física e mental dos colaboradores, começando pelos que mais precisam.

5. Lembre-se de que a vulnerabilidade tem muitas faces

Fala-se muito sobre as vulnerabilidades físicas em relação à COVID-19, mas os gerentes também se sentirão vulneráveis ​​ao demonstrar liderança em circunstâncias incomuns. Ajude-os a permanecerem intactos incentivando e lembrando o quão bom é o trabalho que eles estão fazendo.

Este pode ser um momento particularmente difícil para pessoas com problemas de saúde mental pré-existentes ou passados, e ficar em casa pode trazer de volta memórias de maus momentos para as pessoas que já sofreram depressão ou traumas. Conheça os colaboradores e faça um pouco mais por aqueles que demonstrarem mudanças no comportamento.

As novas circunstâncias podem levar as pessoas a expor problemas de saúde que anteriormente não haviam discutido no trabalho. Trate novas exposições com respeito, compaixão e realize ajustes para ajudá-los.

6. Forneça suporte

Você pode fornecer acesso a serviços de suporte à saúde através do seu local de trabalho. Mas antes, verifique se eles são bem anunciados e descubra se existem recursos específicos relacionados ao surto do vírus.

Certifique-se de que as pessoas também saibam para onde vão e com quem conversam internamente. Se você possui profissionais internos ou primeiros socorros para a saúde mental dos colaboradores, verifique se eles estão atualizados com as informações mais importantes e que se você mudar as práticas de trabalho, essa rede de apoio à saúde tenha possibilidade de continuar.

7. Use a tecnologia para aspectos sociais do trabalho

Disponibilize equipamento e suporte tecnológico para a equipe manter contato com os colegas e com seus gerentes. Ofereça conselhos para aqueles que não estão acostumados a trabalhar dessa maneira (por exemplo, uma integração com outro colaborador para ganhar confiança).

Incentive as pessoas a manterem as conversas informais também se estiverem trabalhando virtualmente. Você pode ter um app ou uma intranet (como Slack ou MS Teams), ou mensagens de texto e chamadas (WhatsApp) também funcionam. Outra opção é experimentar almoços com videochamada, bate-papos na pausa para o café e celebrações virtuais de aniversário com os colaboradores. 

Um check-in diário com as equipes com instruções semanais dos seus líderes, também é uma ótima idéia.

8. Análise oportunidades de crescimento e desenvolvimento junto com o planejamento de crise

Considere se há tarefas que você pode realizar se os negócios regulares forem interrompidos. Planejamento, desenvolvimento da equipe e acompanhamento de tarefas administrativas, são demandas possíveis que podem ser feitas para aumentar o preparo para retomar os negócios como de costume futuramente.

Se for apropriado, você também pode conectar os colaboradores com oportunidades de voluntariado e esquemas de apoio à comunidade.

9. Incentive o planejamento pessoal e o autocuidado

Incentive seus colaboradores para planejar como eles se gerenciam durante o isolamento social e durante a quarentena, e estimule as pessoas para discutir seus planos com os líderes. Se as pessoas estiverem em casa, devido a quarentena ou com os sintomas do vírus, mantenha contato. 

Se você realizar eventos sociais virtuais para a equipe (como um grupo do livro virtual ou alguma confraternização), verifique se todas as pessoas que estão em casa estão incluídas.

Ir ao local de trabalho quando necessário

Se você é um trabalhador essencial que precisar ir ao local de trabalho durante a pandemia, obrigado por tudo o que está fazendo em nossas comunidades!

Isso pode parecer incomum e pode aumentar a ansiedade que você sente ou que seus entes queridos sentem por você.

  • Se você puder reduzir suas viagens, reduza! Altere os meios de transporte utilizados ou os horários de viagem para fugir dos horários de pico e aumentar a distância entre as outras pessoas, obedecendo às recomendações de distanciamento social;
  • Mantenha as medidas de higiene rigorosas aconselhadas pelas autoridades. Lavar as mãos, cobrir com o braço espirros e tosses, e não tocar seu rosto, ainda são elementos essenciais na prevenção da propagação do vírus;
  • É provável que o vírus seja um tópico muito forte de conversa no trabalho. Tente minimizar as fofocas e boatos sobre as notícias e histórias pessoais de coisas que você ouviu de pessoas que conhece. Isso pode ajudar a diminuir a ansiedade das pessoas;
  • Procure conselhos específicos de seu sindicato, organizações e imprensa comercial.

Fonte:
Mental Health Foundation: Looking after your mental health while working during the coronavirus outbreak

Veja também

5 maneiras de amenizar o Turnover dentro da sua empresa

Uma alta taxa de Turnover, ou rotatividade de pessoal, pode afetar a lucratividade, produção e o ambiente organizacional dentro de uma empresa.

5 mitos ou verdades sobre a educação a distância

No dia Nacional da Educação a Distância, separamos alguns mitos e verdades sobre o tema.